um pequeno imprevisto

uma semana cheia: agenda lotada no trabalho, semana de provas e devolutivas das crianças, casa, comida e roupa pra cuidar.


é, o isolamento tem seus desafios, e são enormes. 
importante é termos em mente que os eventos inesperados serão só diários. importante planejar, pensar em como atuar, ainda mais quando envolve a educação e criação dos filhos, mas com essa loucura toda - muita coisa não anda nos trilhos. 

não nos trilhos que a gente desenha mentalmente,
aquele que a gente hipoteticamente direciona,
mas nem por isso, pior. 
pelo contrário: temos descobrido muita coisa nova por aqui. 

ajudas, pra carregar esse fardo todo de um momento intenso. 
estamos todos crescendo, cada um no seu tempo, à sua maneira. 

.

confesso que comecei a semana com uma preocupação grande: como pensar numa prova pra um menino que está (ou estava) em alfabetização e, de repente, se trancou em casa pra aprender esse mundo novo das palavras virtualmente. 
um baita desafio! mas temos tido também bons frutos disso: temos visto ele aprendendo, dia a dia. a curiosidade aliada à oportunidade do aprendizado respeitando algo tão essencial: cada letra, som, em seu tempo. sem comparações com o amiguinho do lado - total respeito com o tempo, a história e a evolução do Davi. 

um pequeno gigante.
mas, também somos humanos (risos!):

15h reunião do meu trabalho
15h prova de Ciências do Davi
15h aula online do Allan

15h30 toca o alarme de incêncio

o Davi começou a berrar, desesperado, tadinho. 
é de se entender, dois anos atrás vimos nosso carro, nossas coisas arderem no fogo. 
vivemos esse luto, bola pra frente. mas impossível resolver a questão completamente. criamos, infelizmente, uma relação difícil com o fogo. 

o alarme durou segundos, coisa de 15s, mas o bastante pra ele se desesperar (no meio da aula, da reunião, de tudo). 
respira, vamos descer e entender o que ocorre. (tenta) manter a calma.
QUE CALMA, PAPAI?
não era nada, foi só um susto. um baita susto, mas foi filho. 

.

pois é. 
um dia de cada vez.
por hoje, já deu de adrenalina, né? 

vamos de música. :)

Comentários